Entrevista de Demi Lovato no Yahoo

                                                                                                                         Matéria por: OMG! Yahoo

Quando nos encontramos com Demi Lovato em Nova Iorque no início deste mês, não fazíamos ideia de como ela estaria quando chegamos. Claro que somos muito familiarizados com seu trabalho – e amamos vê-la atormentando Simon Cowell no ‘X Factor’ – mas esse ano ela se tornou uma camaleoa com suas mudanças de cabelo e nós não tínhamos certeza se iríamos reconhecê-la. Rapidamente descobrimos que a jovem de 20 anos está passando por uma fase loira – com franja, sem extensões – quando fomos levados para encontrá-la descalça, aconchegada em um sofá.

“É uma loucura,” Lovato contou ao OMG! sobre a sua vida como loira. “Nunca imaginei que eu me tornaria loira, mas estou me divertindo com isso. Quanto à franja, eu simplesmente me sinto eu novamente. Me lembra ter 15 anos de novo – quando eu estava fazendo ‘Camp Rock’. Eu não sei por quanto tempo irei mantê-lo assim, mas no momento, ele está me fazendo me sentir eu mesma.”

Depois de alguns anos difíceis, que incluiu uma polêmica passagem pela reabilitação para tratar problemas físicos que incluíam automutilação e um transtorno alimentar, sentir-se ela mesma é algo maravilhoso. E no ‘X Factor’, ela parece estar em casa quando ela sentasse ao lado de Cowell, Britney Spears e L.A. Reid para criticar os aspirantes a cantores. Enquanto o irritadíssimo Cowell – que é 33 anos mais velho que ela – poderia ser uma pessoa intimidante, Lovato parece destemida quando se trata de enfrentar seu chefe. “Adoro perturbar ele,” Demi ri. “Ele é muito engraçado e eu estou me divertindo bastante trabalhando com ele. Mas alguém tem que colocá-lo em seu lugar. Digo, ele não pode vim da Inglaterra para os Estados Unidos e tirar sarro da gente! Preciso defender o meu país.”

Outra coisa que Lovato está tomando a frente, é a luta contra o bullying. Ela recentemente se uniu com o desodorante Secret na campanha Mean Stinks, que batalha para colocar um fim no assédio entre garotas. “Bem, isso não é nenhuma surpresa,” ela disse sobre seu envolvimento com a causa. “Tenho falado bastante sobre as minhas antigas experiências. Muitos dos meus problemas surgiram a partir do trauma de ter sido humilhada quando eu tinha 12 anos. Eu também conheci pessoas que tiraram suas vidas por causa do bullying. Isso é algo que eu não quero ver acontecer novamente. Então, se eu posso colocar um fim nisso, eu vou fazer qualquer coisa que estiver ao meu alcance para pará-lo.”

Parte da campanha envolve meninas pintando suas unhas do dedo mindinho de azul como uma espécie de promessa para acabar com o bullying, e isso nos levou a uma conversa sobre a tendência da arte artística nas unhas das celebridades. Lovato diz que ela não é fã. “Eu não gosto disso. Eu costumava ser obcecada – já fiz um cupcake em um dedo e um leopardo no outro. Mas hoje eu sou uma garota muito simples quando se trata de unhas. Uso esmalte claro, preto ou vermelho escuro – pronto, falei.” Então, não vamos ver a capa do seu próximo álbum pintada no seu dedo indicador? “Eu deixo isso pra Katy Perry,” diz Demi, sorrindo.

Falando em próximo álbum, Lovato está dando duro nos trabalhos deu seu quarto disco, que será lançado próximo ano. O que as pessoas podem esperar? “Estou trazendo o som da música de verdade de volta,” ela adianta, compartilhando que ela três ou quatro canções completas. “Acho que a Adele faz um ótimo trabalho – as músicas dela são canções pop cativantes, mas é música de verdade e com instrumentos. Quero trazer muito disso de volta. Vai haver algumas divertidas, irreverentes. Mas como eu digo uma coisa, e depois passo tipo um mês no estúdio e acaba sendo totalmente diferente, eu não sei,” ela ri.

E como Lovato encontra tempo para equilibrar todos os seus compromissos com um estilo de vida saudável pós-tratamento? “Eu calculo o tempo,” Lovato diz, parecendo ser mais velha que os seus anos. “Eu sou uma pessoa muito dedicada. E eu sei que se eu trabalhar muito, muito agora, eu posso chegar ao lugar que eu quero estar na minha carreira, de modo que talvez em alguns anos eu possa dar uma pausa.” E o que ela fará? “Viajar o mundo. Passar bastante tempo com a minha família; e talvez começar uma,” ela diz, compartilhando ideias rápidas e furiosamente antes de adicionar, “daqui há alguns anos”.

Parece que depois de uma vida cheia de obstáculos, ela ainda tem muita coisa a descobrir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário